domingo, 29 de março de 2020

quinta-feira, 26 de março de 2020

Daniel Valente é escritor e estudante de Letras da Universidade Potiguar.


Descubra como escreve o poeta tangaraense Daniel Valente.


O jovem poeta tangaraense, Daniel Valente, concedeu entrevista ao portal comoeuescrevo.com, e falou sobre a sua rotina diária dedicada a leitura e a escrita.


Em seu instagram, Daniel também destacou a sua participação no projeto “Como eu Escrevo” e agradeceu o convite feito pelo idealizador do projeto José Nunes.



Acompanhe abaixo a entrevista concedida pelo poeta.





Por José Nunes

Como você começa o seu dia? Você tem uma rotina matinal?
O dia começa sempre depois de um café (é igual no Brasil, que o ano só começa depois do Carnaval) e da leitura, que pode ser de algum livro em específico ou de qualquer texto que encontro ou reencontro pela casa. Mas escrevo e gosto de ler poemas, na maioria das vezes, é por eles que procuro quando acordo.
Em que hora do dia você sente que trabalha melhor? Você tem algum ritual de preparação para a escrita?
Depois do café e da leitura eu me sinto confortável para trabalhar em meus textos, na grande maioria das vezes, rascunhos feitos em dias anteriores. Não costumo me sentar para escrever um poema novo e quando sento eles parecem não acontecer, o poema não tem hora marcada.
Você escreve um pouco todos os dias ou em períodos concentrados? Você tem uma meta de escrita diária?
Um pouco todos os dias. Como dito antes, eu não costumo me sentar para escrever um poema novo, o que faço é trabalhar em rascunhos feitos em dias anteriores. Essa é a minha meta, ir fechando as portas que deixo abertas ou a depender da subjetividade da coisa, ir abrindo as portas que deixo fechadas.
Como é o seu processo de escrita? Uma vez que você compilou notas suficientes, é difícil começar? Como você se move da pesquisa para a escrita?
Trabalho diariamente em anotações que vou fazendo sempre que algo me desperta um sentimento novo, tendo isso acontecido, eu me permito em outro momento experimentar mais desse sentimento, me provocando em relação ao que ele pode ou não me oferecer. Esse processo de provocação acontece de vários “jeitos”, às vezes dentro de casa e às vezes pelas ruas da cidade, procuro encontrar algo novo sobre o que estou escrevendo.  Acredito que esse algo novo pode estar em qualquer lugar ou pessoa, por isso saio à procura do desconhecido e dos desconhecidos também.
Como você lida com as travas da escrita, como a procrastinação, o medo de não corresponder às expectativas e a ansiedade de trabalhar em projetos longos?
Há algum tempo eu venho trabalhando na escrita dos meus dois primeiros livros e em outros textos que gostaria muito que florescessem. O medo existe. Medo de não conseguir terminar, medo de não conseguir publicar, medo de publicar e depois se arrepender por acreditar ter publicado algo sem importância e tantos outros medos que nos fazem parar, mas também continuar acreditando que se a dúvida existe é porque existe uma outra possibilidade.
Quantas vezes você revisa seus textos antes de sentir que eles estão prontos? Você mostra seus trabalhos para outras pessoas antes de publicá-los?
Muitas vezes e em dias diferentes, quando estou com muitas dúvidas sobre como deveria escrever eu me distancio e depois volto para os textos na tentativa de senti-los de maneira diferente. Descobri a declamação antes da escrita e isso funciona como um exercício que me deixa confortável para mostrar os meus poemas para outras pessoas. Comecei a declamar ainda criança e atualmente me apresento no projeto Insurgências Poéticas, criado pelos também poetas potiguares, Thiago Medeiros e Marina Rabelo, o sarau acontece desde 2016 em diversos espaços da capital potiguar e também tem circulado por outras cidades brasileiras, proporcionando uma espécie de intercâmbio entre artistas de versos e diversos. Mas existe também um seleto grupo de amigos a quem confio mostrar os meus escritos antes de torná-los públicos.
Como é sua relação com a tecnologia? Você escreve seus primeiros rascunhos à mão ou no computador?
No celular ou em algum papel que encontro jogado dentro da bolsa, já rascunhei muita coisa em cupons fiscais e bulas de remédio, mas na maioria das vezes, eu costumo gravar as ideias que tenho e depois às trabalho no computador. Acredito que isso esteja relacionado à declamação. Meus poemas quase sempre nascem na oralidade, foi o que disse, Ana Mafra, professora do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte) em um ensaio que fez sobre mim. Achei bonito e acredito nisso.  E ainda sobre tecnologia, tenho uma relação maravilhosa com a impressora, amo imprimir os textos depois de prontos, gosto de senti-los materializados em minhas mãos, é como segurar um livro.
De onde vêm suas ideias? Há um conjunto de hábitos que você cultiva para se manter criativo?
Vem de todos os lados e de todas as pessoas e por isso eu não costumo ter medo do que pode ou não acontecer. Gosto do inesperado e costumo sair de casa à procura dele.
O que você acha que mudou no seu processo de escrita ao longo dos anos? O que você diria a si mesmo se pudesse voltar à escrita de seus primeiros textos?
Mudou muita coisa mas se eu pudesse voltar no tempo eu não diria pra fazer muito diferente. Tudo que eu tenho feito é tentado encontrar o meu jeito de dizer as coisas e isso não precisa mudar. Eu preciso continuar tentando.
Que projeto você gostaria de fazer, mas ainda não começou? Que livro você gostaria de ler e ele ainda não existe?
Gostaria de fazer um projeto específico com outros poetas declamadores, algo com uma linguagem teatral mais trabalhada, talvez uma história narrada em versos, tendo na trilha sonora a musicalidade brasileira… Sobre o livro que gostaria de ler e ele ainda não existe, eu não sei, mas acredito que existem muitos livros que eu gostaria de ler e ainda não sei que eles existem. Espero descobrir logo.



Governo garante mais de R$ 3 bilhões para o Bolsa Família.


O Governo Federal destinou crédito extraordinário de R$ 3.419.598.000 para os ministérios da Cidadania, Defesa, Relações Exteriores e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Os recursos serão usados em ações de combate à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). A Medida Provisória destinando a verba foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), nessa quarta-feira (25).

Do valor total, R$ 3.037.598.000 serão direcionados ao programa Bolsa Família, garantindo recursos para a inclusão de 1,2 milhão de novas famílias e levando o benefício a 14.290.000 famílias no mês de abril, um recorde do programa.

“A Medida Provisória publicada permite que, neste momento difícil das famílias brasileiras em virtude do coronavírus, mais 1,2 milhão de famílias sejam inseridas no programa. São famílias que têm vulnerabilidade e que o Bolsa vai proteger”, afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Lorenzoni também afirmou que os novos recursos garantem a ampliação de quase 12% na proteção às famílias carentes da região Nordeste. “Isso comprova a atenção que o governo do presidente Bolsonaro sempre teve pela população nordestina. Estamos combatendo a pobreza e a extrema pobreza no Nordeste brasileiro”.

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que atua em três eixos: complemento de renda, acesso a direitos – como educação, saúde e assistência social – e articulação com outras ações para garantir o desenvolvimento das famílias beneficiárias. O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais.



Com informações do Ministério da Cidadania/Via Governo Federal




Caixa disponibiliza cartão de débito virtual para clientes.


A Caixa Econômica Federal disponibilizou um cartão de débito virtual para mais de 100 milhões de correntistas, de forma gratuita. O serviço é uma das ações do banco para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O produto possibilita compras nos sites de e-commerce que aceitam a função débito. Para cada transação, é possível gerar um código de segurança diferente, substituindo o uso do cartão de crédito. O cliente pode habilitar o uso do cartão diretamente no Internet Banking da Caixa.



O banco também disponibilizou vários canais remotos para atender à população durante o período de emergência. Sem sair de casa, é possível acessar o portal Caixa Com Você e as redes sociais do banco, ou entrar em contato pelo telefone 0800 726 8068. Na ligação, o cliente deve fornecer o número do CPF.

Também está disponível o aplicativo Habitação da Caixa, para que o cliente solicitar pausa no pagamento das parcelas de financiamento habitacional.


Com informações da Caixa Econômica Federal/Via Governo Federal




RN tem 19 casos confirmados pelo novo coronavírus.

Por SESAP/ASSECOM


    SESAP/ASSECOM



A Sesap confirma, nesta quinta-feira (26), 19 casos de coronavírus no Estado, 13 em Natal, quatro em Parnamirim e dois em Mossoró.

De acordo com o boletim epidemiológico, o número de casos suspeitos subiu para 1125, sendo 26 casos de pessoas residentes em outras regiões do país. Até o momento, foram 153 descartados.

O Governo do RN está realizando todos os esforços necessários para proteger a população. Faça a sua parte e ajude a combater a Covid-19. Fique em casa e não esqueça: lave as mãos frequentemente.




quarta-feira, 25 de março de 2020


Caern reedita campanha de negociação de débitos.


Por Redação - ACS Caern



A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está abrindo novo período da campanha de renegociação de débitos em atraso com as condições especiais que facilitam a regularização das contas de usuários inadimplentes. O prazo já está valendo a partir desta quinta-feira (26) e vai durar enquanto estiver em vigor o decreto do Governo do Estado estabelecendo estado de calamidade pública no Rio Grande do Norte.

Diante do quadro excepcional enfrentado por todos, não haverá atendimento presencial para as negociações. O cliente deve utilizar os canais virtuais oferecidos pela companhia, como a Agência Virtual (agencia.caern.com.br) e o aplicativo Caern Mobile.

As condições de negociação agora são melhores do que nas campanhas anteriores. Serão dispensados integralmente os juros e multa por atraso em todas as modalidades, inclusive nos parcelamentos com a entrada mínima. A entrada mínima baixou: agora é de 5% do valor do débito e o prazo máximo para parcelamento do restante é de 36 meses.

Fica mantida a possibilidade do usuário com dívida atrasada fazer outro parcelamento, mesmo que já esteja pagando parcelas de uma negociação anterior. Nesse caso, o valor da dívida a ser negociada é somado ao saldo devedor restante do parcelamento anterior, com entrada mínima de 10%.

A campanha tem o objetivo de manter o abastecimento da população em larga escala, permitindo que pessoas que estão com o fornecimento cortado por atraso no pagamento possam ter a situação regularizada.





Recomendação foi expedida para Tangará, Serra Caiada, Boa Saúde, Senador Elói de Souza e Sítio Novo


Vacinação de idosos deve ser mantida mesmo durante a quarentena.



Os Municípios de Tangará, Serra Caiada, Boa Saúde, Senador Elói de Souza e Sítio Novo devem manter as campanhas de vacinação regularmente, conforme calendário indicado pelo Ministério da Saúde (MS). A medida integra uma recomendação feita pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) para os secretários de saúde e os prefeitos da cidades relacionadas. 

Para isso, no entanto, devem adotar protocolos adicionais de cuidado, diante da atual de crise causado pelo coronavírus (Covid-19). Limitar o número de usuários para vacinação por horário; iniciar pelos grupos de risco; fornecer equipamentos de proteção individuais (EPIs) adequados aos profissionais de saúde; e evitar a permanência de mais de um paciente na sala de vacinas, com a entrada de acompanhante apenas quando estritamente necessário, são as providências recomendadas para esse momento de enfrentamento à pandemia. 

Para os casos em que os idosos apresentam mobilidade reduzida, os Municípios deverão providenciar a imunização em domicílio. O mesmo serve para aqueles imunodeprimidos, com doenças crônicas agudizadas e com necessidades especiais, dentre outras medidas que julgarem pertinentes para a situação de crise.

O MPRN expediu a recomendação levando em consideração que a suspensão de atividades que envolvam aglomeração de pessoas adotadas para o combate à transmissão da Covid-19 não se sobrepõem à prevenção de outras doenças contra as quais já é possível a imunização em território nacional. 

Leia a recomendação na íntegra, clicando aqui.



Fonte: MPRN




Ministério da Saúde autoriza uso de cloroquina para casos graves de coronavírus.


Durante entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (25), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou que o medicamento cloroquina, já usado há mais de 70 anos no combate à malária, irá ser usado no tratamento de pacientes graves com Covid-19 no Brasil. O ministro também comunicou que será usado o remédio hidroxocloroquina, um análogo da cloroquina que, segundo Mandetta, causa menos efeitos adversos.



Com informações do Ministério da Saúde




TRE-RN esclarece que prazo para filiação é 4 de abril.


Na sessão plenária do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) realizada nessa terça-feira (24), a primeira realizada por videoconferência entre os membros da Corte, o presidente do tribunal, Desembargador Glauber Rêgo, esclareceu que o prazo para filiação partidária daqueles interessados em se candidatar nas Eleições 2020 é o dia 4 de abril.

O presidente destacou que “os pretensos candidatos têm prazo de até seis meses antes da eleição para pedir filiação, fixado pelo artigo 9º da Lei das Eleições”. Os partidos, por seu turno, têm até o dia 15 de abril para reunir e lançar os pedidos de filiação no Sistema FILIA, que tem comunicação direta e automática com a Justiça Eleitoral. Até o dia 17 de abril todos os dados serão automaticamente processados em listas, por Zona Eleitoral.

“É importante deixar claro que todo esse serviço de mudança partidária se dá virtualmente. Ela não demanda a prestação do serviço eleitoral e é feito a partir do Sistema FILIA”, apontou o Desembargador. O módulo externo do Sistema é alimentando por todos os partidos políticos, contendo a composição partidária de cada um, por tipo de diretório (nacional, estadual e municipal), assim como a lista de seus filiados.

Outra data destacada pelo presidente do TRE-RN foi 24 de abril, quando já será possível retirada de certidões de filiação, um dos documentos necessários para a elegibilidade dos futuros candidatos.

Diante da suspensão dos atendimentos em cartórios eleitorais prevista na Resolução nº 03/2020 do TRE-RN e ratificada por resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente Glauber Rêgo ressaltou a preocupação com o cumprimento do calendário eleitoral, mas destacou os esforços da Justiça Eleitoral para a realização da Eleição 2020 no dia 4 de outubro.

“Faço questão de deixar claro que o compromisso de quem faz a Justiça Eleitoral é de não medir esforços para realizar as tarefas que são ali previstas”, afirmou o Desembargador, em referência à postura do futuro presidente do TSE, Luis Roberto Barroso, que deve ser empossado em abril.

“No momento, os esforços que temos somado e realizado é no sentido de que, no dia 4 de outubro, tenhamos as eleições municipais”, concluiu o presidente do TRE-RN.



Fonte: TRE/RN





Sesap publica nota técnica com orientações sobre testes diagnósticos do Covid-19.


Por SESAP/ASSECOM



Com o objetivo de evitar a evolução rápida de novos casos do Cononavírus e garantir a assistência das pessoas vulneráveis e casos graves, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) publicou, nesta quarta-feira (25), uma nota técnica orientando os critérios para indicação de exames diagnósticos para o  Covid-19.

De acordo com a subcoordenadora da Suvige, Alessandra Lucchesi, “a nota foi elaborada devido ao crescimento do número de casos excluídos, o que é um fator preocupante, pois significa que pessoas que não preenchem os critérios de caso suspeito vêm sendo atendidas e seus exames estão sendo coletados, gerando o aumento da concentração de atendimento nos serviços de saúde, ao passo que esses insumos devem ser priorizados aos pacientes que de fato se enquadrem na definição de caso suspeito. Isso ressalta a necessidade de sensibilização da rede assistencial dos municípios para os critérios de definição de caso, de modo a tornar mais efetivo o processo operacional de notificação e investigação dos casos”.

Segundo a nota técnica, o paciente que atende aos critérios para caso suspeito de Covid-19 são os que, por critérios clínicos, apresente febre (acima de 37,8°) e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório - tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, falta de ar, entre outros. Também se enquadra como caso suspeito, o paciente que apresente febre (acima de 37,8°) ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório citado e, nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas, tenha tido contato próximo com casos confirmados ou suspeitos para Covid-19.

Os profissionais de saúde devem notificar os casos suspeitos e orientar o isolamento domiciliar e contatos pessoais por 14 dias, com monitoramento pela atenção básica e vigilância epidemiológica do município de residência.
Conforme a nota, devem ser coletadas apenas as amostras dos pacientes que se enquadrem na definição de caso suspeito e pertençam ao grupo de risco: com comorbidades (diabetes, hipertensão arterial, cardiopatia, doença pulmonar crônica, neoplasias malignas e gestação de alto risco), pacientes acima ou igual a 60 anos, profissionais de saúde e pacientes internados. As amostras deverão ser encaminhadas para o Lacen.

Para esses pacientes deve ser iniciado o tratamento com Fosfato de Oseltamivir, de acordo com protocolo clínico publicado no site da Sesap.
Com relação a pacientes hospitalizados com quadro de síndrome gripal que apresente falta de ar ou desconforto respiratório, deve ser feito o isolamento com restrição de visitas e de profissionais em contato com o paciente.

A nota técnica apresenta os critérios que deverão ser utilizados até a próxima sexta-feira (27), quando será feita uma nova análise do cenário epidemiológico e outras orientações poderão ser dadas.






Coronavírus: comércio tem prazo para cumprir medidas.


Por ASSECOM/GAC



As recentes medidas de enfrentamente ao novo coronavírus emitidas pelo Governo do Estado terão um prazo para serem cumpridas pelos estabelecimentos comerciais.

De acordo como Gabinete Civil do Estado, a determinação do Decreto nº 29.556 de instalar proteção para clientes e funcionários deve ser atendida dentro dos próximos cinco dias.

A colocação de anteparos visa evitar o contato entre os compradores, caixas e embaladores de lojas e estabelecimentos comerciais, reforçando assim a política de distanciamento social que o Governo vem adotando no Rio Grande do Norte, seguindo as recomendações sanitárias, desde o início da crise. 

Já com relação aos bancos e instituições financeiras, que tiveram o atendimento presencial suspenso pelo Decreto nº 29.541, de 20 de março, o Governo ressalta que casos considerados urgentes devem continuar sendo recebidos. Entram nessa categoria situações que não possam ser resolvidas por atendimento virtual, como é o caso dos alvarás judiciais e outras operações bancárias.

Todas as medidas tomadas até aqui pelo Governo do Estado visam diminuir aglomerações de pessoas e o aperfeiçoamento das medidas de higienização, sendo imprescindível, em qualquer dos casos, obediência à distância mínima de 1,5m entre as pessoas, sejam clientes, trabalhadores ou demais colaboradores




terça-feira, 24 de março de 2020


Festival de quadrilhas de Tangará 2020 está cancelado.




Comperve divulga canais de atendimento a distância.


Por Marina Gadelha de Agecom


O Núcleo Permanente de Concursos da UFRN (Comperve) informa que o atendimento presencial ao público está suspenso, em caráter excepcional e indeterminado. A medida segue as ações institucionais para prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), conforme a portaria nº 452, de 17 de março de 2020. O atendimento passa a ser, exclusivamente, pelo telefone 3342-2280, das 8h às 14h, ou a qualquer momento por meio do helpdesk da Comperve, disponível neste link.

De acordo com o diretor da unidade, Ridalvo Oliveira, os processos seletivos em andamento que já passaram por aplicação de prova escrita continuam em execução. “O concurso do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) e as seleções dos mestrados em Educação Especial (PgEE) e profissional em Letras (PROFLETRAS) seguem a fase não-presencial e serão concluídos normalmente”, detalha.

Por sua vez, o concurso do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e o Exame de Proficiência em Língua Estrangeira, que encerraram as inscrições recentemente, terão as provas presenciais reagendadas de 19 de abril para uma nova data a ser definida. As notícias sobre os processos seletivos podem ser acompanhadas no site da Comperve.




Nelter apoia remanejamento de recursos para combate do coronavírus e sugere medidas para que caos econômico não atinja homem do campo.

Por Assessoria de Comunicação




Mesmo com a suspensão das atividades da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, motivada pela pandemia causada pelo novo coronavírus, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) continua desenvolvendo suas atividades parlamentares. Na oportunidade, o legislador utilizou suas redes sociais, na manhã desta terça-feira (24), para sugerir aos deputados e senadores que integram a bancada federal potiguar, no Congresso Nacional, em Brasília/DF, que apoiem ideia que estimula o remanejamento de recursos do fundo eleitoral para serem utilizados pelo Ministério da Saúde no combate da COVID-19.

“Quero aqui levar a sugestão aos nossos representantes no Congresso Nacional para que estes convoquem sessão extraordinária urgente no sentido de aprovar remanejamento ao Orçamento Geral da União. A ideia é que os recursos na ordem de R$ 2 bilhões, que serão destinados ao fundo das eleições municipais deste ano, juntamente com mais de R$ 1 bilhão, que serão gastos pelos tribunais eleitorais, sejam remanejados para o Ministério da Saúde com o intuito de ajudar no combate ao coronavírus no país inteiro”, manifestou Queiroz.

Por ser bastante presente em suas bases no interior do Estado, principalmente em municípios do Seridó, Médio Oeste e Vale do Açu, Nelter também atentou em suas redes sociais para a situação vivida pelo homem do campo e pelos produtores de queijo. “Vi a crise iniciada pelo coronavírus na vida do pequeno produtor de leite, que não tem mais a quem vender sua matéria prima e as queijeiras, que estão sem vender suas produções”, destacou o parlamentar, sugerindo entendimento entre os governos estadual e federal para que todo o leite produzido no RN seja absorvido por programas sociais, a exemplo do Programa do Leite, e doado à população.

O parlamentar também orientou que a população valorize e compre queijos e derivados do leite fabricados em seu respectivo município, valorizando produtos locais e fazendo com que as pequenas economias continuem ativas. 


Por Assessoria de Comunicação


INSS suspende atendimento presencial em agências de todo o Brasil.


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu o atendimento presencial nas agências até 30 de abril, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo o órgão, o prazo ainda pode ser prorrogado. A portaria com a determinação foi publicada no Diário Oficial da União dessa segunda-feira (23).

No período em que as agências estiverem fechadas, os requerimentos de serviços previdenciários e assistenciais deverão ser realizados, exclusivamente, por meio do portal Meu INSS e da Central de atendimento 135.

Já os agendamentos estão suspensos, inclusive de reabilitação profissional e serviço social, devendo ser reagendados apenas quando houver restabelecimento do atendimento presencial nas unidades do INSS. Está garantida, no entanto, a observância da data de entrada do requerimento.


Com informações do Ministério da Economia/Via Governo Federal





Receita Federal prorroga prazo de validade de Certidões Negativas de Débitos.


Secretaria da Receita Federal do Brasil, em decorrência da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional em decorrência do coronavírus (Covid-19), publicou Portaria Conjunta (555/20) com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, que prorroga o prazo de validade das Certidões Negativas de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CND) e Certidões Positivas com Efeitos de Negativas de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CPEND).

A validade dos documentos foi prorrogada por 90 dias a partir da data de publicação da portaria. A medida mantém as demais disposições da Portaria Conjunta RFB/PGFN 1.751/2014. A prorrogação só é validada para a Certidões que ainda estavam válidas quando a portaria foi publicada. 

A CND é emitida quando não há pendências em nome do sujeito passivo relativas a débitos, dados cadastrais e apresentação de declarações administrados pela Receita Federal, ou inscrição na Dívida Ativa da União. Já a CPEND é emitida quando existe uma pendência, porém ela está com seus efeitos suspensos (por exemplo, em virtude de decisão judicial). As duas certidões são necessárias para que as pessoas jurídicas exerçam uma série de atividades, como, por exemplo, participar de licitações ou obter financiamento


Com informações do DOU e do Ministério da Economia/Via Governo Federal



segunda-feira, 23 de março de 2020


Cosern adota plano de ação para prevenir e conter o avanço do COVID – 19.




A Cosern adotou um plano de ação para prevenir e conter o avanço do COVID – 19. As ações adotadas estão focadas na saúde e na segurança de todos os nossos clientes e colaboradores.

Por isso, todas as empresas do Grupo Neoenergia, incluindo a Cosern, solicita que os clientes priorizem o uso dos canais digitais de atendimento para se informar sobre a prestação de serviços e atendimentos emergenciais. Evite se deslocar até as lojas de atendimento presencial, lá o atendimento encontra-se restrito.

Aproveitamos este momento para te contar que lançamos um novo canal de atendimento, o WhatsApp. Nele você poderá ter informações sobre todos os serviços de forma rápida e fácil. Clique aqui e confira!

Anote o número do nosso WhatsApp: (84) 3215-6001

Além dele, você também pode solicitar os nossos serviços através dos outros canais digitais, disponíveis 24 horas e todos os dias da semana.

Conheça todos os nossos canais disponíveis:


APP Cosern

Baixe no Google Play e Apple Store.

Redes Sociais
Seu atendimento de forma rápida e personalizada.


Previna-se e conte sempre com a gente!


Fonte: Cosern




UFRN planeja produzir álcool para o Estado.


Por José de Paiva Rebouças de Agecom



O Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (Nuplam/UFRN) deverá iniciar, nesta semana, a produção em cinco meses de 55 mil litros de álcool 70%, em uma ação de parceria com o governo do estado, durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O Núcleo estima alcançar uma capacidade de produção e envasamento de 11 toneladas/mil litros do produto por mês, e está disponibilizando sua infraestrutura para executar a diluição e manipulação do álcool, eficaz na desinfecção das mãos e objetos. 

Enquanto não se consegue agilizar a importação de polímero, matéria prima para a produção de álcool em gel, em falta no mercado nacional, o Nuplam começará a produzir o produto líquido. Os insumos necessários, álcool, embalagem, rotulagem, serão destinados através de doação ou por meio de compra direta partilhada entre a UFRN e o governo do Estado.

A direção do Nuplam, reforça que a unidade tem estrutura física, servidores qualificados e competência para atender a essa demanda, tendo em vista a escassez de produtos para a prevenção. “Estamos movimentando todos os esforços para assegurar essa produção com intenção de minimizar os efeitos dessa pandemia”, acrescenta a professora Lourena Mafra, vice-diretora do Nuplam.

Nesse domingo, 22, o reitor José Daniel Diniz, publicou uma carta aberta à comunidade explicando as ações e medidas tomadas pela UFRN durante essa crise internacional. Além desse trabalho do Nuplam, ele informou que os três hospitais universitários são parte do esforço conjunto em todo o estado no combate ao novo Coronavírus.

Disse ainda que o Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas está realizando exames de arboviroses para reduzir a demanda do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte. Outro esforço, coordenado pelo Instituto de Medicina Tropical (IMT-UFRN), consiste na busca de aquisição de insumos necessários para iniciar testes do Covid-19. 

Leia documento na íntegra neste link.


Fonte: Portal UFRN



Atenção cliente do Crediamigo

Banco do Nordeste prorroga vencimento de prestação do Crediamigo.




CEASA determina que mercados sigam medidas de prevenção ao novo coronavírus.


Por ASSECOM/CEASA



A Diretoria Administrativa da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (CEASA-RN) se reuniu, nesta segunda-feira (23), com os representantes do Sindicato e da Associação de Permissionário para tratar das medidas temporárias de enfrentamento e prevenção ao novo coronavírus (COVID-19). Entre as medidas que serão implantadas a partir desta terça-feira (24) estão: a recomendação aos permissionários para disponibilização de álcool em gel 70% para clientes e equipamentos de proteção individual para os colaboradores e limitação do número de pessoas no interior das lojas; Fechamento dos bares, restaurantes e lanchonetes nas dependências do órgão; Fechamento temporário da Portaria da Avenida Jerônimo Câmara, para controle de entrada e saída de veículos e pessoas; Suspensão temporário do acesso de ambulantes e fechamento temporário da Feirinha da Ceasa.

As medidas foram elaboradas em conformidade com o Decreto Nº 29.541, de 20 de março de 2020 que definiu medidas restritivas temporárias adicionais para o enfrentamento da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional decorrente do novo coronavírus (COVID-19). 

Para o diretor-presidente da Ceasa-RN, Flávio Morais, as medidas são de extrema importância, pois a Ceasa realiza a comercialização de hortifrutigranjeiros não só para a Região Metropolitana de Natal, mas para todo o Estado. “As medidas foram pensadas de forma conjunta com os permissionários e buscando a segurança dos nossos clientes e colaboradores. Estamos fazendo tudo em conformidade com o decreto do Governo do RN, mas sem prejudicar seu funcionamento pois a Ceasa-RN abastece supermercados, mercadinhos e restaurantes de todo o Rio Grande do Norte”, explica. 

Uma outra medida definida foi a alteração no horário de funcionamento: acesso de caminhões e carretas para carga e descarga será realizado no horário das 00h às 03h; A entrada do público externo das 03h às 12h e o fechamento total será às 20h. 

A sede administrativa da Ceasa-RN está funcionando com expediente interno e os atendimentos presenciais de urgência estão sendo feitos por meio de agendamento eletrônico pelos e-mails: dfceasarn@gmail.com ; adm.ceasa@gmail.com e comunicacao.ceasarn@gmail.com ou pelo WhatsApp (84) 99412-7967.

A Central de Comercialização do Rio Grande do Norte (Ceasa-RN) é o principal polo de comercialização de hortifrutigranjeiros do Estado. São mais de 300 lojas que comercializam frutas, legumes, verduras, carnes, ovos, derivados do leite, entre outros. A Ceasa-RN funciona de segunda a sábado, na Av Capitão-Mor Gouveia, 3005, Lagoa Nova, Natal. 

O documento com todas as medidas em vigência está disponível aqui!