sexta-feira, 18 de janeiro de 2019


TSE produz conteúdo de rádio e tevê para esclarecer sociedade sobre temas eleitorais.


Para dar maior visibilidade às suas decisões judiciais e atividades administrativas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) investe na produção de conteúdos informativos para veiculação em rádio e televisão, e também em plataformas digitais, como o canal de vídeos que a Justiça Eleitoral mantém no YouTube.

O trabalho está sob a responsabilidade da área de Rádio e TV da Assessoria de Comunicação do Tribunal (Ascom/TSE). Somente no ano passado, o setor produziu 4.534 conteúdos que, juntos, somaram 854 horas, 37 minutos e 29 segundos de material informativo para veiculação. Só em outubro, mês em que foram realizadas as eleições, foram 757 conteúdos produzidos para levar todo o tipo de informação sobre o pleito ao eleitor.

Para fazer com que o conteúdo produzido chegue a distintas localidades e pessoas do país, o TSE conta com a parceria de emissoras de rádio e tevê de diferentes estados. Em 2018, o número de emissoras parceiras, que retransmitem produções de áudio e vídeo elaboradas pelo Tribunal, registrou um crescimento expressivo. De 130, em janeiro, o total de emissoras parceiras da TV do TSE passou a 293, em dezembro, o que corresponde a um crescimento de 125%. A Rádio, por sua vez, tinha 87 parceiros e, atualmente, possui 847, quantitativo multiplicado em quase 10 vezes em apenas um ano.




Fonte: TSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário